Mundo afora: ministro português reforça o papel dos incentivos como oportunidade para a economia do país em 2022.

Mundo afora: ministro português reforça o papel dos incentivos como oportunidade para a economia do país em 2022.

Em Portugal existem 64 consórcios dispostos a investir 9,8 mil milhões, quase metade em energia.

Das 144 candidaturas submetidas ao programa Agendas Mobilizadoras, no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), foram selecionadas 64 que serão agora convidadas a apresentar o projeto final de investimento. Correspondem a quase 9,8 mil milhões de euros de investimento. O governo quer ter as decisões finais sobre os apoios a conceder “durante o segundo trimestre de 2022”, mas o ministro da Economia admite que alguns dos projetos poderão ser elegíveis para outras fontes de financiamento, complementares ou alternativas. E lembra, entre o PRR e o Portugal 2030 (PT2030) serão cerca de 12 mil milhões de euros de incentivos que “estarão disponíveis para as empresas e constituem uma grande oportunidade de apoio à transformação da economia nacional”.

Os materiais e as tecnologias de produção pretendem investir 620 milhões, a construção e habitação 560 milhões e o calçado, têxtil e vestuário têm projetos no valor de 494 milhões. Por fim, destaque para as áreas da inteligência artificial, blockchain e microeletrónica que têm quatro projeto pré-selecionados, num investimento de 401 milhões.

Para Siza Vieira, estes projetos trazem a expectativa de uma “aceleração da transformação da economia nacional, no sentido de uma competitividade assente no conhecimento e não em baixos salários”.

Este é um pequeno resumo da notícia, leia a matéria na íntegra em: https://www.dinheirovivo.pt/empresas/-siza-vieira-ha-12-mil-milhoes-de-euros-em-incentivos-as-empresas–14374955.html

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.