Sema: MT sofrerá dano em reputação se deixar Amazônia Legal

Proposta foi apresentada pelo deputado federal Juarez Costa e está em tramitação na Câmara.

A secretária de Estado do Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti, condenou a proposta de retirada de Mato Grosso da Amazônia Legal, prevista em um projeto de lei de autoria do deputado federal Juarez Costa (MDB).

Segundo Mauren, não há viabilidade técnica para que isso ocorra, pois o Estado possui 53% do seu território na Floresta Amazônica. Mato Grosso ainda tem os biomas Cerrado e Pantanal.

“Acho difícil retirar [MT da Amazônia legal]. […] Não acho que retirar Mato Grosso da Amazônia legal vá trazer benefícios para o Estado. Vai trazer prejuízos significativos para à comercialização dos nossos produtos, além de retirar importantes incentivos fiscais. Essa é uma opinião técnica”, afirmou a secretária.

“Acho que isso pode impactar a reputação de todo o trabalho que o Estado de Mato Grosso faz, daquilo que nós defendemos que é a produção e conservação, e também valorização. Não acredito que isso prospere”, disse, referindo-se às exigências do mercado mundial de commodities, que quer produtos sustentáveis.

“Sei que existe uma discussão importante a respeito do Cerrado. Por que o cerrado mato-grossense tem uma reserva legal diferente do cerrado de Goiás, por exemplo, mas isso tem que ser amadurecido”, completou.

Atualmente, a Amazônia Legal abrange os estados do Acre, Pará, Amazonas, Roraima, Rondônia, Amapá, Tocantins, Goiás, Maranhão e parte de Mato Grosso.

O Código Florestal estabelece que propriedades rurais localizadas na Amazônia Legal mantenham 80% de percentual de reserva legal, nos quais a vegetação nativa deve ser mantida.

O deputado Juarez Costa, propositor do projeto, é contrário a isso.

“Hoje, se você tem mil hectares, só pode plantar em 200 hectares. Você é obrigado a cuidar de 800 hectares para quem? Que preservação é essa? Aí vem os americanos cobrando a Amazônia Legal, mas investiram nos últimos anos 15 bilhões de dólares em mineradoras que estão aqui, ocupando o nosso solo e tirando nossas riquezas”, afirmou.

Fonte: https://www.midianews.com.br/politica/sema-mt-sofrera-dano-em-reputacao-se-deixar-amazonia-legal/422254

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.