Receita Estadual faz buscas e apreensões em empresas de Montes Claros por sonegação de ICMS.

De acordo com o órgão, o prejuízo pode passar dos R$ 3 milhões. Os empreendimentos são do ramo varejista de rações e água mineral.

A Receita Estadual realizou, nesta quinta-feira (18), uma operação contra a sonegação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) em duas empresas de Montes Claros. Os empreendimentos são do segmento varejista de rações e água mineral.

De acordo com a Receita, foram feitas buscas e apreensões em materiais que serão analisados para apuração da sonegação tributária e responsabilização criminal dos envolvidos.

A estimativa, segundo o delegado fiscal da Superintendência Regional da Fazenda em Montes Claros, Gilmar Soares Barbosa, é de que o prejuízo ultrapasse os R$ 3 milhões. Além de causar prejuízos aos cofres públicos, as irregularidades também provocam concorrência desleal, de acordo com o delegado.

“Os contribuintes que não cumprem com suas obrigações tendem a levar vantagem competitiva no mercado, o que ocasiona um desequilíbrio na concorrência”, explicou Gilmar.

As investigações tiveram início após denúncias anônimas feitas pelo site da Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais. De acordo com os denunciantes, as empresas não forneciam notas fiscais nas vendas de mercadorias, deixando de recolher o ICMS devido.

Veja mais detalhes em: https://g1.globo.com/mg/grande-minas/noticia/2021/11/18/receita-estadual-buscas-empresas-montes-claros-sonegacao-icms.ghtml

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.