Bolsonaro: “Composição do preço dos combustíveis é bastante grave”

Presidente voltou a criticar a incidência do imposto estadual, o ICMS, sobre a gasolina.

Jair Bolsonaro (foto) voltou a se eximir de responsabilidade pelo aumento nos preços dos combustíveis. Depois de fazer um passeio de moto pelo Distrito Federal neste domingo (6), o presidente tratou do assunto com jornalistas e voltou a criticar a incidência do imposto estadual, o ICMS, sobre a gasolina.

“Deixo claro, a composição do preço dos combustíveis é bastante grave. Desde janeiro de 2019 o valor, por parte do governo federal, sempre foi o mesmo. Já no tocante ao ICMS quase dobrou o valor desses impostos”, afirmou.

Em janeiro, o governo federal avaliou a possibilidade de encaminhar uma PEC para acabar com o ICMS e impostos federais que incidem sobre os combustíveis, energia e gás sem a apresentação de contrapartida do lado da receita —ou seja, rasgando a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Lideranças do governo no Congresso, porém, ponderaram sobre a complexidade do tema e tramitação da proposta.

Veja mais detalhes em: https://www.oantagonista.com/brasil/bolsonaro-composicao-do-preco-dos-combustiveis-e-bastante-grave/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.